O QUE AS AUTORIDADES DA CIDADE ESTÃO FAZENDO PARA COMBATER O JOGO BALEIA AZUL NA CIDADE

Alguns já estão dizendo – não aguento mais falar de baleia azul, mas, muito se fala sobre um determinado assunto quando nos espanta ou nos preocupa. O jogo suicida Baleia Azul está dando o que falar nos quatro contos do país, isto é fato. Obviamente porque parece tão distante de nós e quando acontece em nossa casa, aí sim, sentimos o frio na barriga. A cidade ficou chocada ao saber que uma adolescente estava envolvida no jogo, logo, obviamente que com a informação pais e professores ficaram mais atentos aos fatos e inevitavelmente em uma semana mais 10 casos de envolvimento com a tal Baleia Azul foram identificados.

A pergunta não é quantos casos existem ou possam aparecer? O que deveríamos nos perguntar é como vamos combater o mal que nos aflige? Muitas pessoas resolveram fazer piadas e também a julgar os que passam por tais problemas. Criaram diversas piadinhas com fotos e também do tipo... 50 desafios do chinelo, 50 desafios de lavar a louça e blá blá blá. Julgam como fracos e desdenham das pessoas que não conseguem lidar com o que sentem. Compreensível para aqueles que não se importam com a dor e o sentimento dos outros ou acha que tais coisas não podem atingir seus filhos. Precisamos ter muito cuidado, pois, uma criança ou adolescente que tem coragem de se automutilar pode ter coragem para fazer muitas outras coisas. Os adolescentes que foram identificados estão bem, graças a Deus e ao trabalho de diversas pessoas. As famílias receberam as devidas orientações e os que necessitavam foram encaminhadas à profissionais competentes para ajuda neurológica e psicológica.

Bom, é certo que a tal Baleia Azul vai passar, e, na minha opinião, bem rapidinho. Quer saber porque?
O jogo Baleia Azul é apenas uma moldura, assim como o jogo Fada do Fogo, que levou uma criança de 5 anos a ter queimaduras gravíssimas por todo o corpo, logo acabou. Talvez amanhã ou depois a moldura tenha outro nome e isto sinceramente não importa. O importante mesmo é o quadro e não a moldura. E o quadro é que muitas crianças e adolescentes de nossa cidade estão implorando por ajuda e chamando atenção para este pedido de socorro. Quem não se lembra dos eventos no ano passado em meados de novembro onde os jornais noticiaram suicídios de adolescentes na cidade... existia o quadro e não tinha nome do Baleia Azul, ou seja, temos problemas sérios pela frente e seria tolice negarmos.
Alguns podem até achar que tudo não passa de besteira. Faça um teste, pergunte aos seus filhos se eles conhecem o jogo... você provavelmente ficará surpreso pelo que vai ouvir. Mas enfim, o número de casos aumentou consideravelmente e o mais assustador foi se deparar com o desejo de suicídio por parte de uma criança de 8 anos de idade. Pois bem, tendo em vista que uma vida não se pode mensurar o valor, é que diversas autoridades da cidade e grandes lideranças se uniram para lutar esta luta.

Nesta segunda feira (23) a Diretoria de Ensino reuniu representantes das 52 escolas para tratar de uma campanha de prevenção e conscientização em parceria com Conselho Tutelar que estava representado pelas Conselheiras Graziele Macedo e Rosa Amorim na roda de conversa e eu Gilson Biondo tive a honra de ministrar a palestra sobre o tema: Jogos, Desafios e Suicídios na Adolescência, onde demos início a um grande projeto para as escolas e também as famílias. Agradecimento especial a coordenadora de Projetos Especiais da Diretoria de Ensino Região Osasco Sandra Jardim e a Ivete Leandro Rodrigues supervisora do Sistema de Proteção Escolar. A PRÓ FAMÍLIA Associação que trabalha com crianças e adolescente na cidade de Osasco desenvolveu uma cartilha virtual e agendou diversas palestras para crianças, adolescentes e pais afim de conscientizar e prevenir.

Nesta terça feira (25) a convite do Vereador Ribamar Silva que tem um zelo especial pelas famílias, fez questão de debater o assunto com o nosso Prefeito Rogerio Lins, que por sua vez nos disponibilizou materiais e atenção no que fosse necessário para a luta e o bem-estar de nossas crianças e adolescentes. Recebemos também a atenção da Secretária da Assistência Social a querida Suzete Franco onde já convocou todas as técnicos e diretores dos ABRIGOS, CRAS E CREAS para tratar do assunto como prioridade. Firmamos ainda, o início de uma forte campanha emergencial criada pelos órgãos mencionados e que abrangerá toda a cidade. O CAPS sinalizou que está à disposição e atenderá com prioridade, mas, aguardamos contato dos responsáveis da Secretaria de Saúde. Contamos com a ajuda da imprensa em geral para nos ajudar a disseminar as informações. Agradecemos ao Jornal Correio Paulista pela oportunidade deste espaço e assim como a imprensa no geral por se prontificarem a nos ajudar como parceiros nesta luta. Agradecemos ao Vereador Ricardo Silva pela nota de repudio e o debate do assunto na Câmara dos Vereadores de Osasco. Contudo, contamos mesmo é com a ajuda da Sociedade Civil que poderá começar ajudando e avaliando seus próprios filhos com as dicas que deixarei a seguir:

O Jogo existe, portanto, não subestime as possibilidades. Visite seus filhos na escola. Converse com a direção e ou professores, acompanhe seus rendimentos e participação nas aulas. Conheça os lugares que ele frequenta. Conheça suas preferências musicais. Conheça os ambientes que frequenta e saiba quem são seus amigos. Desconfie de mudanças repentinas de comportamentos.


Caso necessite de ajuda ligue para o Conselho Tutelar mais próximo da sua casa ou entre em contato comigo pelo WhatsApp (11) 99119 3030. Se você faz parte de uma igreja, escola, ong, associação ou até mesmo é um líder de comunidade e quiser fazer uma roda de conversa, um fórum ou uma palestra entre em contato comigo. Caso você tenha conhecimento de alguém que esteja sofrendo abuso, maus tratos, se automutilando ou participando deste jogo, faça uma denúncia no disk 100, além da sua identidade ser mantida em sigilo, você ajudará uma pessoa e uma família.  Se você é uma criança ou adolescente e não consegue lidar com o que está enfrentando, entre em contato conosco que te ajudaremos. Por fim, tenho fé em Deus que juntos conseguiremos vencer!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHECENDO MELHOR A SÍNDROME DA ALIENAÇÃO PARENTAL

O QUE ACONTECE DENTRO DA ESCOLA? Seu filho está seguro?

Os filhos não precisam de Super-heróis, eles precisam de pais verdadeiros!